Imagem capa - O que é Fotografia?  por Jorge Soares

O que é Fotografia?

A fotografia é mais que plural e transcendental, e jamais foi ou será estática, todos os estilos são bem vindos, pois a deixa cada vez mais forte! A fotografia não pode se alimentar apenas de conceitos, ou dogmas. E Penso mais, a fotografia é relacionamento! Muito mais que relacionamento entre câmera e luz... É o relacionamento entre as pessoas, os seres e todo o Movimento da vida.

Todos já deram, disseram e propuseram o que é a magia fotográfica, por mais experiência que eu tivesse ou mesmo talento com as palavras ou lentes, não seria capaz de  encerrar os argumentos sobre o assunto. Assunto que transborda a cada dia e click! 

Porquê falar de fotografia é como falar de amor, não por ser algo que te envolve e você jamais escapa, mas porquê é fractal, é viva, é descoberta, é entrega, é liberdade e é prisão. A fotografia encerra um ditado muito hilário: Uma imagem vale mais que 1.000 palavras... Garanto que 1.000.000 de fotos não dão conta de exprimir o que é fotografia.

E por que continuo esse assunto? Talvez nesses mais de vinte anos vivendo de fotografia, descobri que fotografia não se aprende, se Vive, se Pratica!        E se pratica de maneira honesta, honrosa, ética, e principalmente sabendo quando Não apertar o disparador, saber quando baixar a câmera...  E todos os ditos sobre precisarmos, viver, ler, viajar e principalmente estudar, são mais que verdadeiros. 

Criação e preparação, caminham de mãos dadas em nossa vida. Alguns lembrarão da sorte, mas ter sorte e não estar preparado é a mesma coisa que, querer ganhar na loteria sem comprar o bilhete. rsrs

Realidade e fantasia estão em seus olhos e pensamentos! Arte ou fato é absolutamente ambíguo, pois aí iremos para o íntimo do que o expectador imagina, pensa, vê e sente.... E esse movimento do criar e do observar torna a Fotografia ilimitada. Você como fotógrafo não pode parar de se questionar, sugestionar e pesquisar constantemente.  
Vou deixar esse texto em aberto e continuar escrevendo ele, pois como Raulzito já cantava: a fotografia é uma metamorfose ambulante